CADERNOS DA

SOCIEDADE DE

ESTUDOS E PESQUISA

QUALITATIVOS

Conteúdo
Introdução
iii

Os Fundamentos da Física Moderna e Contemporânea e suas Contribuições para o Currículo
(Maria Elisa de Mattos Pires Ferreira)

1

A Evolução do Currículo de Ciências e as Propostas
de Inovação das Últimas Décadas

(Ozeneide Venâncio de Mello Machado)

20

Uma Fenomenologia do Ato Criador Visual
(Carmem Sylvia Guimarães Aranha)

38

A Temática da Morte sob a Perspectiva da Pesquisa
do Fenômeno Situado

(Magali Roseira Boemer)

65

Hermenêutica: Estudo Introdutório
(Vitória Helena Cunha Espósito)

85
Aprender: como “Aquisição de Aptidão”
Segundo Merleau-Ponty

(Maria Alice de Castro Rocha)
113


Introdução

Este caderno número 2 da Sociedade de Estudos e Pesquisa Qualitativos apresenta seis estudos sobre temas diversos abordados sob o enfoque da pesquisa qualitativa. Eles foram expostos, estudados e debatidos pelos sócios em reuniões mensais durante o ano de 1990. Alguns são extraídos de trabalhos apresentados como dissertação de mestrado ou tese de doutorado ou de livre-docência. Outros foram elaborados a partir de interrogações levantadas durante reuniões anteriores. Todos, porém, revelam as preocupações, os interesses, os modos de olhar o mundo e de pesquisar próprios dos participantes da Sociedade. São preocupações com a educação, com a arte, com a ciência, com a vida e com a morte. Enfim, são preocupações coma compreensão e interpretação do mundo e do modo mundano de o homem existir.

A ordem da apresentação dos artigos segue a seqüência cronológica das sessões de estudo, onde foram discutidos.

Os “Fundamentos da Física Moderna e Contemporânea e suas contribuições para o Currículo” da Profª Maria Elisa de Mattos Pires Ferreira é embasado na pesquisa por ela conduzida, apresentada e defendida como Dissertação de Mestrado na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Faz um estudo sobre possibilidades de compreender e tratar o currículo, tendo como embasamento filosófico as concepções de ciência e de realidade da Física Moderna e Contemporânea.

“A Evolução do Currículo de Ciências e as Propostas de Inovação das Últimas Décadas” da Profª Ozeneide Venâncio de Mello Machado é produto da pesquisa que efetuou e que apresentou como Dissertação de Mestrado a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Seu tema é a “Visão de Ciência” veiculada na escola de 1º grau.

“Uma Fenomenologia do Ato Criador” é da Profª Drª Carmem Sylvia Guimarães Aranha. É fruto do seu pensar reflexivo sobre seu fazer como artista plástica e como professora de arte. É um trabalho criativo, difícil e complexo, que procura colocar em palavras sua compreensão sobre a movimentação do ato criador visual.

“A Temática da Morte sob a Perspectiva da Pesquisa do Fenômeno Situado” é da Profª Drª Magali Roseira Boemer. É parte da tese de livre-docência que apresentou e defendeu na Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Tema difícil de ser enfocado pela própria condição do humano. Porém, por isso mesmo, tema de uma riqueza inesgotável, que ao ser compreendido ilumina a compreensão da vida humanamente vivida.

“Hermenêutica: Estudo Introdutório” da Profª Drª Vitória Helena Cunha Espósito é fruto de pesquisa conduzida por um grupo de pessoas da Sociedade que foram tocadas pela interrogação “O que é Hermenêutica?” levantada em 1989, durante uma das reuniões mensais. As discussões desse grupo de estudos alimentaram a elaboração deste artigo da Professora Vitória; um outro artigo sobre Hermenêutica a ser apresentado em 1991 pela Profª Drª Maria Aparecida Viggiani Bicudo; uma dissertação de mestrado orientada por esta última a ser apresentada e defendida por Antonio Vicente Marafiotti Garnica no Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática – UNESP, Rio Claro; embasaram a metodologia da tese de doutorado da autora e estão alimentando outros estudos. O tema é fecundo e oferece muitas possibilidades de pesquisa.

“Aprender: Como Aquisição de Aptidão Segundo Marleau-Ponty” é da Professora Maria Alice de Castro Rocha. Este estudo é específico. Procura enfocar o aprender, de acordo com a abordagem apontada. É parte da tese de doutorado, cujo tema é mais abrangente do que o deste artigo, a ser concluída em 1991. Responde questões levantadas em reuniões da Sociedade sobre Merleau-Ponty.


Profª Drª Maria Aparecida Viggiani Bicudo