Apresentação

  • A Sociedade de Estudos e Pesquisa Qualitativos – SE&PQ e a Universidade Estadual Paulista – UNESP, campus de São José do Rio Preto, São Paulo, entendem e constatam que as investigações efetuadas em Pesquisa Qualitativa têm evidenciado sua importância em diversas áreas das ciências. Mais do que isso, têm mostrado que investigações a respeito de assuntos que incidem nos modos humanos de sentir, decidir, expor compreensões, manter inter-relações dialógicas, portanto, intersubjetivas, relatar ocorrências, trazer lembranças de ocorrências havidas em sua história de vida, analisar e refletir sobre si e sobre o mundo, dentre outros temas que compõem um leque imenso de possibilidades de modos de ser-se humano junto aos outros, se avolumam e clamam por um lugar apropriado no mundo da ciência rigorosa de ambientes científico-acadêmicos. Solicitam modos apropriados de serem analisadas e avaliadas, tanto do ponto de vista científico, filosófico, quanto ético.
  • Constatam que se instituiu, no Brasil, a exigência de avaliações de projetos de pesquisa para garantir aceitabilidade em termos científicos, filosóficos e éticos. Para tanto, aos poucos foi sendo construída uma plataforma para que essa avaliação pudesse ser realizada com a transparência e rigor sempre esperados. Dada a premência de avaliações éticas de projetos de pesquisas no âmbito da área das Ciências Biológicas e da Saúde, o instrumento de avaliação, no Brasil, vem sendo construído com base na racionalidade da lógica dessas áreas e sendo definida com os aspectos da prática das mesmas. Com a ampliação das exigências avaliativas, em termos éticos e científicos, de projetos das Ciências Humanas e da Educação, a plataforma, denominada Brasil, base nacional e unificada de registro de pesquisa que envolve seres humanos para todo o sistema CEP/CONEP, passa a ser utilizada também para a avaliação de pesquisas daquelas áreas.
  • Entendem que se instalou, com essa prática, uma falta de sincronia entre os muitos campos da Plataforma Brasil a serem preenchidos e a proposta de investigações das áreas das Humanas e Educação, que trabalham de modo qualitativo.
  • Entendem que é preciso focar essa questão de modo competente, com análises e argumentações embasadas científica e filosoficamente e que dão sustentação ao corpo de conhecimento historicamente construído no âmbito dessas investigações, bem como das práticas realizadas.

Temática

  • A lógica da pesquisa qualitativa e as solicitações da plataforma brasil.

Missão

  • Abrir um debate público, político, científico e filosófico com os comitês de ética a respeito da lógica e do rigor da pesquisa qualitativa.

Público Alvo

  • Doutores, mestres e pós-graduandos das áreas da Educação, de Ensino de Ciências Biológicas, Exatas, Humanas, da Saúde e Tecnologias que trabalham, preferencialmente, com pesquisa qualitativa.

Língua Oficial

  • Português

Número máximo de inscrições

  • 230 participantes
  • Ouvintes: em aberto

Histórico

  • Este é o VI SIPEQ – Seminário de Estudos e Pesquisa Qualitativos promovido pela SE&PQ - Sociedade de Estudos e Pesquisa Qualitativos. Essa Sociedade foi fundada em 1989 na PUC-SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, tendo como seu principal mentor o Prof. Dr. Joel Martins.

    O I SIPEQ foi realizado em 2001, junto à USC – Universidade do Sagrado Coração, Bauru, São Paulo, focando o tema Formação Humana e Educação. O II SIPEQ também foi realizado nessa Universidade e cidade, em 2004, destacando o tema A pesquisa Qualitativa em Debate. O III SIPEQ ocorreu em consonância com V Encontro de Fenomenologia e Análise do Existir, na Universidade Metodista de São Paulo, Campus São Bernardo do Campo, em 2006, focando a Ética na Pesquisa Qualitativa. Em 2008 foi realizado o I Encontro de Representantes de Grupo de Pesquisa e Estudos Qualitativos, na PUC-SP. O IV SIPEQ foi realizado na UNESP – Universidade Estadual Paulista, campus de Rio Claro, em 2010, tratando do tema Pesquisa Qualitativa: Rigor em Questão: Fundamentos-Métodos-Desdobramentos, o V SIPEQ foi realizado em Foz do Iguaçu, junto à Universidade Estadual do Oeste do Paraná, em 2018 e focou Pesquisa Qualitativa na Educação e nas Ciências em Debate. O I SIPEQ produziu o livro Formação Humana e Educação , da seleção de trabalhos apresentados. Os Anais do II, III, IV e V SIPEQ estão disponíveis em https://www.sepq.org.br/anais

    O SIPEQ não foi realizado de 2010 a 2018, pois a SE&PQ passou por um período em que enfrentou grandes dificuldades, envidando esforços para sua manutenção, ainda que não atuante. Em 2015 suas atividades foram retomadas e o movimento que vem sendo realizado pode ser visto no site http://www.sepq.org.br. A reorganização da Sociedade possibilitou que retomássemos a realização do SIPEQ em 2018 e da Revista Pesquisa Qualitativa, em 2016, à disposição no site da Sociedade.

Objetivos Gerais

  • Expor a lógica da pesquisa qualitativa e apresentar as discrepâncias com a lógica e estrutura da Plataforma Brasil

Objetivos Específicos

  • Discutir a lógica da pesquisa qualitativa;
  • Apresentar as dificuldades enfrentadas, junto à Plataforma Brasil, pelos pesquisadores que realizam pesquisa qualitativa;
  • Delinear aspectos relevantes, da investigação qualitativa, que devam estar presentes em instrumentos de avaliação, com abrangência nacional, de projetos de pesquisa.

Anais e Livro de Resumos

Organizadores
  • Dr. Marcos Aurélio Kalinke
  • Dra. Luciane Ferreira Mocrosky
Os ANAIS serão organizados com os trabalhos aprovados, observando:
  • Exposições apresentadas nos Painéis I, II, III e IV.
  • Comunicação Oral: serão publicados os trabalhos inscritos, aprovados e apresentados, respeitando-se a área e modalidade de pesquisa, bem como a língua em que foi escrito: português e espanhol.
  • Síntese dos coordenadores das mesas redondas compostas para a apresentação dos trabalhos orais.
  • Serão divulgados até 20/09/2021, no site do VI SIPEQ.
LIVRO DE RESUMO: será organizado com os resumos dos trabalhos, em inglês e português/espanhol, seguindo a mesma lógica dos ANAIS.
Será publicado até 10/09/2021
.

Realização e Apoio

  1. Associação Brasileira de Fenomenologia Hermenêutica e Análise do Existir – SOBRAPHE; São Paulo – Brasil;
  2. Cátedra Joel Martins;
  3. Centro Italiano di Ricerche Fenomenologiche – CIRF; Roma – Itália;
  4. Centro de Formação de Educadores da Escola Básica – CEFE – Diadema – UNIFESP
  5. Fluir Psicologia – São Paulo, Brasil
  6. Grupo de Pesquisa em Fenomenologia em Educação Matemática
  7. Grupo de Pesquisa de História da Educação Matemática no Brasil
  8. Grupo de Pesquisa em História Oral em Educação Matemática
  9. Grupo de Pesquisa em Informática, outras mídias e Educação Matemática.
  10. Grupo de Pesquisa sobre Tecnologias na Educação Matemática - UFPR - Paraná – Brasil
  11. Instituto de Psicologia Fenomenológico-Existencial do Rio de Janeiro – IFEN; Rio de Janeiro – Brasil;
  12. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo/ Faculdade de Educação – PUC-SP/FE – Brasil
  13. Pós-Graduação em Educação em Ciências e Educação Matemática
  14. Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática, UNESP, IGCE- Rio Claro
  15. Programa de Pós-Graduação em Ensino e Processos Formativos. UNESP, IS, Jaboticabal e SJRP
  16. Sociedade Pesquisa Qualitativa e Motricidade Humana
  17. Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE; Paraná – Brasil;
  18. Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UFTPR – Curitiba
  19. webQDA – Qualitative Data Analysis. Bustelo, Portugal.
Sociedade de Estudos e Pesquisa Qualitativos
SE&PQ